Um Café expresso Desapressado, por favor.

devaneios

Um café expresso desapressado e um mapa na mão. As infinitas possibilidades da falta de planejamento.

374383_10151389807503049_487438493_n

“Hoje, nós vamos sair de casa. Romper as barreiras habituais do mundo e do quarto escuro.”

E sem a obrigação de atuação, eu flutuo nas minhas mais sinceras vontades. Isso pra mim é liberdade da alma. É respeitar quem eu sou, ignorando o velho script ensaiado. É felicidade de verdade. E é nesse sentimento que concluo essa introdução de vida multifacetada. Com o beijo de língua entre a inocência e a rebeldia. Com o dueto em dó e sem dó, entre o medo e a ousadia. E com a firmeza do homem duro na esperança da criança mole. Conclusão que me dá direito ao início. Outro início. Juntem um punhado de roupas e calcem aquela velha bota desbotada. Hoje, nós vamos sair de casa. Romper as barreiras habituais do mundo e do quarto escuro. Já pedi demissão e vendi tudo que tinha. A mochila já pesa nas costas e o taxímetro me faz pagar o preço do caminho. “Aeroporto, por favor.”. Sem data pra voltar, eu nem olhei pra trás. Próxima parada, sei lá. Que deixe fluir…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s